CEO DA ROYAL ENFIELD CONFIRMA TRABALHO EM MOTOR ELÉTRICO

CEO DA ROYAL ENFIELD CONFIRMA TRABALHO EM MOTOR ELÉTRICO

CEO da fabricante diz que andou em modelo atual com unidade motriz elétrica, mas uma moto elétrica da marca ainda deve demorar


Foto: Divulgação

A Royal Enfield pode entrar no mundo das motos elétricas? Parece que sim, mas ainda deve demorar um pouco. No entanto, o trabalho de desenvolvimento de um motor elétrico já está em andamento, de acordo com as palavras do CEO da fabricante, Vinod Dasari.

Dasari revelou, em entrevista à imprensa internacional, que já andou em um modelo do lineup atual da Royal Enfield equipado com um motor elétrico. "O departamento de tecnologia da Royal Enfield no reino unido transformou um de nossos produtos existentes em uma moto elétrica e é fantástica, eu mesmo já pilotei", disse o CEO da fabricante.

Segundo Dasari, porém, uma Royal Enfield elétrica ainda deve demorar para chegar ao mercado. O CEO disse que a fabricante ainda está em fase de estudos sobre como aplicar da melhor maneira a tecnologia elétrica às motos da marca e fez mistério sobre o lançamento de uma motocicleta elétrica.

CLIQUE E ENCONTRE AS MELHORES OFERTAS DE ROYAL ENFIELD!

"Estamos buscando manter o DNA da Royal Enfield no segmento elétrico. Quem sabe, pode ser que tenhamos uma moto elétrica retrô no estilo Royal Enfield", comentou.

O planejamento para as motos movidas à combustão é de de introduzir um modelo novo ou variação dos modelos existentes a cada trimestre nos próximos seis anos, de acordo com Dasari.

No Brasil, os mais recentes lançamentos da Royal Enfield são as bicilíndricas 650 - Interceptor 650 e Continental GT 650 - conhecidas como 'Twins', apresentadas oficialmente durante o Salão Duas Rodas e que já podem ser reservadas, mas chegam às ruas em janeiro.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br